Como substituir o formol, após anos de uso, por um alisamento seguro e efetivo?

Há poucos dias, recebemos uma dúvida de uma leitora do Grandha News sobre como trocar o formol por um alisamento seguro e confiável. Pois bem, vamos lá!

A pergunta foi a seguinte:

“Fiz progressiva com formol por 7 anos (a cada 6 meses) e agora experimentei o ácido glioxílico. Meu cabelo é fino e gosto da raiz lisa com as pontas onduladas. Qual produto posso usar sem medo para obter o mesmo resultado?

PS: Noto uma forte queda nos últimos meses!”

Bom, pelas informações passadas pela leitora, sabemos que ela realizou entre 10 e 15 aplicações de formol num – longo – período de 7 anos! Depois de tudo isso, alguém a orientou a trocar o formol pelo ácido glioxílico. Péssimo conselho!

Existem ótimas alternativas seguras e regulamentadas para alisamentos capilares, como explica o Diretor Técnico da Grandha e da Associação Brasileira de Cosmetologia, Prof. Celso Martins Junior:


“Para atingir os efeitos desejados pela leitora, é aconselhável substituir a aplicação atual pelo Tioglicolato de Amônio – em força média ou suave –, já que o cabelo está fortemente sensibilizado.

É extremamente importante procurar um bom e confiável profissional cabeleireiro e NÃO REAPLICAR EM HIPÓTESE ALGUMA produtos com ÁCIDO GLIOXÍLICO, CARBOCISTEÍNA, FORMOL OU GLUTARALDEÍDO.

Será necessário investir em tratamentos profissionais de alta ação reparadora e reconstrutora dos fios, assim como numa linha de manutenção adequada para cabelos alisados.


O trabalho de recuperação da fibra capilar, num caso específico como esse, leva em torno de 2 a 3 meses para atingir uma recuperação bastante significativa.

Em caso de maiores dúvidas, contate-nos através do e-mail sac@grandha.com.br.

Bom feriado a todos!


Anúncios

Quer cabelos lisos sem usar formol ou similares? A Grandha tem a solução!

O tempo passa e as mulheres continuam querendo madeixas sempre lisas. Todos nós sabemos como se disseminou uma prática ilegal e criminosa nos últimos anos de uso de formaldeído e similares em alisamentos capilares. O custo deste material é baixíssimo, a produção por sua vez pode ser realizada com apenas um liquidificador e um pote de creme para pentear comum. Os resultados porém, são catastróficos.

Observando essa lacuna no mercado profissional da beleza a Grandha desenvolveu este ano a NANOCRISTALIZAÇÃO GRANDHA. (Clique no link para saber mais).

Vídeo de aplicação: